Nonsense consensual em forma de blogue.
Criado no dia 22 de Abril de 2012.

A saudade é isto e isto

+ 6 comentários
4h30 da manha. O telefone toca. Penso que é o despertador. O telefone toca outra vez. E outra vez. Som da mensagem. Desisto do sono. Agarro no telemóvel.

É ele. A espertina toma conta de mim, o meu coração salta-me no peito. Ligo? Claro que ligo. 1, 2, 3 toques, ele atende. Sorrimos com a voz.

4h40 da manhã e o meu cérebro activo está a tentar trazê-lo até mim entre palavras de sedução e promessas de um amor entre carnes que não se tocam há mais de um mês. Ele não resiste. Sinto-me deus.

A morada não é fácil de encontrar mesmo para o mais dos sofisticados "telefones espertos". Saio à rua só com uma camisola de lã comprida, cabelo molhado por um banho tomado à pressão, tento vê-lo no topo da estrada, continuo a subir para ver se o vejo. Liga-me. Está à porta. As minhas pernas começam a tremer mas corro como uma gazela corre de um leão esfomeado...neste caso...corro como uma gazela para um leão esfomeado. Consigo vê-lo agora. Corro mais e mais e salto-lhe para o colo, beijo-o. Tocamos narizes. Deus meu. As saudades que eu já tinha dos seus olhos azuis acinzentados. O perfume dele está misturado com o perfume de gin tónico e whisky. Adoro. Damos mãos. Ele fala-me da noite, de como perdeu o anel que mais gosta por estar a apaparicar uma senhora qualquer. Entramos em casa. É a primeira vez que ele está nos meus aposentos. Pergunto se quer um chá. Diz que sim. Ponho a cafeteira ao lume para ferver a água. Ele vem ter comigo e abraça-me pelas costas...Viro-me. Os nossos lábios encontram-se novamente. Como te quero. As minhas mãos entram na familiar luta com o cinto. "O chá?" pergunto entre mãos, o algodão encarnado dos boxers dele e os seus olhos semi-cerrados a preverem os próximos minutos."Pois. o chá!" Responde com o seu sorriso endiabrado. Guio-o pelas escadas. Ele vai tocando o meu rabo a cada degrau. Nunca ninguém me tirou a roupa com tanta rapidez e minúcia! Pele com pele. As sardas no corpo dele. Saudades. Os pelos no peito. Saudades. As pernas torneadas. Saudades. Eu juro que não gosto de pés...mas os pés dele. Saudades. Ele deita-me na cama e em vez dos preliminares, desliza para dentro de mim. Ficamos quietos. Ele sabe que me magoou. Ele sabe o quanto gosto. Os movimentos de rins começam, sinto o meu corpo derretido em mimos. As mãos dele empurram-me mais contra o colchão e consigo vê-lo a entrar em mim. Amo-te. Amo-te. Mas não te digo. Sinto cada centímetro, o calor começa a preencher cada poro da nossa pele. Empurro-o. Viro-me. Espeto o rabo para cima e afundo a cara na almofada. Sem contemplações. Ele entra em mim e geme, uma mão na minha boca. Da minha boca para o meu cabelo. A outra mão agarra-me a cintura. Sinto-o a preencher-me mais. Gemo e quanto mais gemo mais força ele investe em cada entrada. Deixei este mundo. Não vivo aqui. Vivo em ti. E tu vives dentro de mim, e vives mais. E mais. E mais. O corpo dele faz a ultima investida. Agarra-me com as duas mãos as ancas, deixa-se cair nas minhas costas e repete "Foda-se, foda-se, foda-se". Geme no meu ouvido. Inspira o ar do mundo. Entrelaça os seus dedos nos meus. Tenta sair de cima de mim. "não! quero o teu peso" digo, sem saber se consegui mesmo definir cada palavra. Ele descansa. Rimos.

Manhã. A cama escaldada e arrefecida. Ainda não foste e já tenho saudades tuas. Que merda!

6 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigada. :) gostava de te mostrar uma coisa. Ainda e um rascunho...vou enviar para o teu correio electronico (o ouro dia fui criticada por falar ingles...agora sempre que falo portugues tento traduzir tudo). ;)

      Eliminar
    2. Envia :) Se é o rascunho que deixaste aqui no blogue, já está com acentos ;)

      Eliminar
  2. Long time no see! Sempre um prazer ler os teus textos. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Tomas, ontem cometi o erro de reler alguns dos textos que escrevi...as vezes sou um bocado nervosa. :) Acho que houve por ai um tempo onde tambem andei um pouco perdida!!! Espero que esteja tudo bem contigo. Mil beijos.

      Eliminar
  3. Faça o seu pedido de crédito

    Você está procurando um empréstimo com urgência
    - Para impulsionar o seu negócio
    - Para renovar o interior do seu apartamento, casa, construção, etc.
    - Para um projeto
    - Ou por outras razões
    Mas, infelizmente o banco pede-lhe que condições você é incapaz de cumprir
    Não se preocupe, nós conceder empréstimos que variam de € 3.000 a € 500.000
    NB: "Um compromisso de empréstimo e deve ser reembolsado. Verifique sua capacidade de reembolso antes de cometer "pessoa séria só.

    Contato direto: dupondarielle@gmail.com

    ResponderEliminar

Siga-nos por Email